Bodfaro

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

afiliads

Buscape

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

sábado, 12 de março de 2011

Dicas para o Sucesso !

20 DICAS DE SUCESSO

01 – Elogie 03 pessoas por dia;
02 – Tenha um aperto de mão firme;
03 - Olhe as pessoas nos olhos;
04 – Gaste menos do que ganha;
05 – Saiba perdoar a si mesmo e aos outros;
06 – Trate os outros como gostaria de ser tratado;
07 – Faça novos amigos;
08 – Saiba guardar segredos;
09 – Não adie uma alegria;
10 – Surpreenda aqueles que você ama com presentes inesperados;
11 – Aceite sempre uma mão estendida;
12 – Sorria;
13 – Pague as suas contas em dia;
14 – Não ore só para pedir coisas. Ore para agradecer e pedir sabedoria;
15 – Dê às pessoas uma segunda chance;
16 – Não tome nenhuma decisão quando estiver cansado (a) ou nervoso (a);
17 – Respeite todas as coisas vivas, especialmente as indefesas;
18 – Dê o melhor de si no seu trabalho;
19 – Seja humilde, principalmente nas suas vitórias;
20 – Jamais queira tirar a esperança de uma pessoa. Pode ser que ela só tenha isso.

Mais Dicas Importantes :


Motivação 
 
Quando você se sentir desmotivado, essa é a melhor hora para fazer uma auto-análise do que você vem desenvolvendo na sua carreira. Com certeza você poderá modificar algumas atitudes para seguir com mais ânimo na sua trajetória profissional. 

Aqui e Agora 
 
Se você está procrastinando os seus afazeres diários, ou seja, está adiando coisas importantes, é imprescindível que você comece a agir imediatamente, pois o mundo globalizado não perdoa pessoas acomodadas. O certo é você começar agir com o que tem em mãos e ir até o fim. 

Ousadia e Determinação 
 
É sabido que sem ousadia e determinação o profissional moderno não consegue ir longe demais. Portanto, coloque em suas veias uma dosagem extra de coragem e inovação, para que seu trabalho seja realizado com mais profissionalismo e sucesso.

Convivência Pacífica 
 
Este mandamento nos ensina a relacionarmos melhor com colegas de trabalho, superiores e principalmente os nossos clientes. Quem se relaciona bem, vive melhor, trabalha melhor e consegue melhores resultados. 

Perseverança 
 
Diante dos obstáculos o ser humano tem uma grande desculpa para desistir, mas é aí que mora o perigo. As pessoas que alcançaram o tão desejado sucesso profissional foram aquelas que se recusaram a desistir. Então, siga firma apesar dos atropelos do dia-a-dia. Você pode muito mais do que já conseguiu até aqui. Não desista. 

Organização  
O profissional organizado trabalha melhor porque tudo que precisa está no seu devido lugar, desde uma simples caneta à relatórios e pastas de arquivos. Se você não se acha uma pessoa organizada, comece hoje mesmo a organizar sua mesa de trabalho da melhor maneira possível, facilitando assim o seu desempenho profissional. 

 
Este talvez seja o mais importante, pois a fé é que move montanhas, ou seja, sem fé nenhum trabalho por mais belo e perfeito que seja tem sentido. Por isso, seja humilde o suficiente para manter a sua verdadeira fé viva, ela com certeza lhe ajudará em todos os momentos, principalmente nos mais difíceis.


Estas dicas seguidas diariamente ajudarão você a ser mais motivado, mais ousado, mais determinado em suas ações.
E lembre-se sempre que com uma convivência pacífica, com perseverança, organização e fé os resultados positivos acontecerão naturalmente.
Siga firme, pois o mundo só aplaude de pé aquelas pessoas que não desiste diante de uma derrota temporária e seguem em frente com uma coragem fora do comum.

sexta-feira, 4 de março de 2011

FRASES

Frases sobre Venda

"Por toda a parte onde se quer vender, o homem encontra compradores."
(Henri Lacordaire)

"Lembre-se de que a verdadeira arte de vender começa quando o freguês diz não." (H. Jackson Brown)

"Toda venda tem cinco obstáculos básicos: falta de necessidade, falta de dinheiro, falta de pressa, falta de desejo e falta de confiança." (Zig Ziglar)

"Para a mercadoria de venda difícil é preciso que se atraia o comprador; mercadoria boa facilmente encontra comprador." (Plauto)

"Se você pudesse vender a sua experiência pelo preço que ela lhe custou, ficaria rico." (J. P. Morgan)

"Antes vender a casa do que sofrer perto de mau vizinho." (Albertano da Brescia)

"As pessoas não gostam que você venda para elas. Mas lembre-se que elas adoram comprar." (Jeffrey Gitomer)

"Sim, eu vendo coisas às pessoas que elas não precisam. Não posso, no entanto, vender a elas algo que elas não queiram. Mesmo com propaganda. Mesmo se eu estivesse decidido a fazê-lo." (John O'Toole)

"Em vendas como na medicina, prescrição antes do diagnóstico não é uma boa prática." (Tony Alesandra)

"Vender é a arte de criar e transferir emoções, sempre causando muita satisfação em quem lhe confiou a possibilidade de prestar um serviço."
(César Romão)

"Nós não devemos apenas acreditar naquilo que vendemos. Devemos também vender aquilo que acreditamos." (William Bernbach)

"O que vende, não tornará a possuir o que vendeu." (Vulgata)

"Vendeu a empresa. Deixou de ser rico, agora só tem dinheiro."
(Justine Espírito Santo)

"Faça um cliente, não uma venda." (Katherine Barchetti)

"Todos vivem de vender alguma coisa." (Robert Louis Stevenson)

"Em Roma tudo estava à venda." (Salústio)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Lei do Sucesso



Para um bom ganhador não existem derrotas.
Para quem escolheu ser um vencedor, tudo tem um proveito.
Não existem perdas, apenas fins de ciclos.
Não existem tombos, apenas mudanças.
Não existem inimigos, apenas pessoas diferentes.
Não existem problemas, apenas chances de se exercitar.
Não acontecem desgraças, apenas chamas passageiras.
Não há orgulho ferido, apenas lições de vida.
Não existem comodismos, apenas rápidos descansos.
Não existem fracassos, apenas sucesso dos outros.
Nas leis do sucesso, só vale quem acredita que nasceu para vencer,

porque a vida só leva para o futuro quem sabe viver!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Dicas de um Bom Vendedor


Características de vendedores de sucesso

1. São persistentes.

Vender ou gerenciar seu próprio negócio requer uma grande dose de persistência. Os obstáculos aparecem freqüentemente em sua frente porém a forma como são ultrapassados determinam o nível de sucesso que alcançará. As pessoas mais bem sucedidas em qualquer ramo de negócios aprenderam como lidar com os obstáculos que se apresentam em seu caminho. Elas procuram por novas soluções, persistem e nunca desistem.



2. Bons vendedores sabem definir objetivos.


Bons vendedores sabem o que querem realizar e como planejar para alcançar seu objetivo. Eles definem os objetivos de uma forma específica, motivadora, viável embora desafiante e com datas bem definidas. Eles visualizam o objetivo, determinam como será alcançado e executam ações diariamente para alcança-los.


3. Bons vendedores sabem fazer as perguntas-chaves

Os melhores vendedores fazem várias perguntas aos seus clientes (atuais e futuros) para determinar sua situação atual e as necessidades de compras. Eles sabem que a melhor forma de apresentar seus produtos ou serviços é descobrir os objetivos, preocupações e hesitações dos seus clientes. Isto permite que efetivamente discutam as características e benefícios do produto ou serviço que melhor se adaptam ao cliente.


4. Bons vendedores sabem ouvir

A maior parte dos vendedores faz uma pergunta e depois eles mesmos respondem a pergunta ou continuam a falar em vez de esperar uma resposta do cliente. Os bons vendedores sabem que seus clientes informarão tudo que necessitam se tiverem a oportunidade de falar. Sabem fazer perguntas e ouvir as respostas com bastante atenção e até tomar nota das respostas e resumi-las posteriormente. Eles sabem que o silencio é de ouro.


5. Bons vendedores são apaixonados pelos seus produtos

Eles amam sua empresa e mostram seu orgulho falando sobre seus produtos ou serviços. Quanto mais entusiasta for em relação à sua carreira, maiores serão as chances de sucesso pois quando se ama o que está se fazendo mais esforço colocamos neste trabalho. Quando somos entusiastas sobre produtos ou serviços que vendemos, este entusiasmo brilhará em cada conversa que terá.


6. Vendedores bem sucedidos são entusiastas

Bons vendedores tem sempre uma atitude positiva e seu entusiasmo é contagiante, mesmo durante períodos difíceis. Eles raramente falam negativamente sobre sua empresa ou negócios. Quando enfrentam situações negativas ou ruins eles focalizam em pontos positivos.


7. Bons vendedores assumem a responsabilidade pelos resultados.

Se não conseguem atingir as cotas eles não culpam problemas internos ou a economia ou a concorrência. Eles sabem que somente suas ações determinarão os resultados e sabem fazer o que é necessário.


8. Bons vendedores trabalham muito.

A maior parte das pessoas quer alcançar o sucesso porém não estão preparados para trabalhar muito para conseguir alcançar seus objetivos. Os grandes vendedores procuram negócios e não esperam que os negócios venham até eles. Normalmente iniciam a trabalhar bem mais cedo que seus colegas; telefonam mais; contatam mais clientes em potencial; conversam mais com pessoas e fazem mais apresentações de vendas do que seus colegas.


9. Bons vendedores sempre estão em contato com seus clientes.


Eles sabem que o contato constante ajuda a manter os clientes. Assim, usam vários artifícios para sempre estar em contato com os clientes. Enviam mensagens de agradecimentos, de aniversário etc. Telefonam e programam cafés da manhã, almoços etc. Enviam artigos importantes para seus clientes e, também, boletins informativos (newsletters). Estão sempre procurando novas formas de manter seu nome e o da sua empresa na mente de seus clientes.


10. Bons vendedores sabem demonstrar o valor dos seus produtos e serviços.

O mundo de negócios hoje é muito competitivo e muitos vendedores pensam que somente o preço é o fator motivador. Bons vendedores sabem que o preço é um fator importante em toda venda entretanto é raramente o único fator na escolha de um produto ou fornecedor. Eles sabem que um comprador bem informado baseia muito de sua decisão no valor da proposta apresentada pelo vendedor. Sabem como valorizar o seu produto para cada cliente ou comprador.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Como ser um Vendedor de Sucesso


Crie um Diálogo

Ser um vendedor consultivo pode ser o diferencial na hora de fechar um negócio. Este tipo de vendedor é aquele que prevê um diálogo interativo centrado nas necessidades do cliente.

Quando os concorrentes têm o mesmo nível, a qualidade da conversa do vendedor faz toda a diferença. Os tipos consultivos estabelecem diálogos eficientes, o que os leva a aprender mais e aprofundar os laços a cada conversa. À primeira vista, parece fácil estabelecer uma fina sintonia entre vendedor e cliente, mas isso está longe de ser uma tarefa simples e ainda são poucos os vendedores realmente consultivos, existindo diversos outros tipos como: o carismático, que usa seu charme como arma de convencimento; o técnico, ótimo em conteúdo mas fraco na orientação para o cliente; e ainda o “matador”, que faz qualquer coisa para fechar a venda, mesmo que isso signifique sacrificar um relacionamento.


Esteja Sempre Preparado

Um bom vendedor está sempre se preparando – antes e depois de cada encontro com o cliente.

Os três passos a seguir demonstram a preparação ideal:

- Inicie com um planejamento estratégico. Reflita sobre seus objetivos de longo prazo e estabeleça metas imediatas para a conversa que terá com o cliente. Avalie o resultado do contato e o ritmo de sua argumentação, e acelere rumo ao fechamento da venda. Nunca se esquece de abrir espaço para o cliente falar.

- O próximo passo é fazer a análise do cliente. Pense nos objetivos do cliente, sua situação, necessidades e critério de decisão.

- Finalmente, concentre-se na preparação técnica do produto. Mostre como sua linha de produtos atende às necessidades do cliente, antecipe as dificuldades e personalize o material.

Confie em Suas Habilidades

O vendedor deve adquirir confiança em si mesmo e possuir seis principais habilidades: postura, relacionamento, questionamento, compreensão, posicionamento e verificação. É importante procurar sempre aperfeiçoar essas habilidades, avaliando-as uma por uma, e assim, sua performance será melhorada.

Não Receie a Rejeição

A maior causa das falhas nas vendas é o medo da rejeição que, muitas vezes, representa um sinal da falta de confiança nas suas capacidades. Quem não tem uma atitude de vitória, tende a encarar a rejeição para o lado pessoal. Elimine este sentimento. O cliente que não aceita uma proposta está rejeitando uma transação, e não a pessoa. Estar consciente desse fato ajuda o vendedor a manter-se calmo, paciente e persistente - três dos principais requisitos para uma boa venda.

Quem compra um produto ou serviço deseja melhorar a sua situação, resolver um problema ou poupar dinheiro.

Estabeleça uma Relação de Confiança

As importantes habilidades de questionamento, compreensão, posicionamento e verificação são chamadas habilidades de conhecimento. Mas a capacidade de estabelecer um relacionamento de confiança, com entrosamento e empatia, é considerada uma habilidade de sentimento.

O medo é uma presença constante do ato da venda. Os vendedores têm de ultrapassar o medo da rejeição. Mas, não nos devemos esquecer que os clientes também receiam falhar. Eles têm medo de se enganar, de comprar em demasia, de estarem pagando mais do que a concorrência, ou de apostar num produto sem ter as provas do seu sucesso. A compra é, em suma, um ato de risco. Para vender, terá de convencer o cliente de que esse risco é mínimo. Logo, quando estiver frente a frente com o cliente, não procure apenas vender imediatamente, mas sim criar uma relação duradoura de confiança.

Demonstrar empatia e compreensão pelo que o cliente está falando ou sentindo produz um efeito poderoso. Se um cliente fala de um problema, um bom vendedor, em geral, reage com uma frase do tipo “Como você conduziu essa situação?”. Porém, um vendedor excelente e empático consegue perguntar demonstrando consideração e, o mais importante, estimular uma resposta detalhada. Ele falaria, seguido da pergunta, algo como “Lamento que isso tenha ocorrido”.

Portanto, expresse consideração, seja compreensivo e estabeleça uma relação de confiança, com laços de amizade para com o cliente.

Faça Perguntas Específicas

Muitos vendedores acreditam que para vender basta iniciar um diálogo e apresentar, logo de início, o produto. Quando os vendedores se propõem a fazer perguntas, o fazem de um modo nada inspirador, disparando perguntas sem nenhum critério ou pesquisa prévia, o que limita o nível de cooperação por parte do cliente.

Assim, em vez disso, direcione sempre a conversa para as necessidades do cliente e verifique se ele se dispõe a responder algumas perguntas. Estimule o cliente a participar do diálogo explicando a razão para tantas perguntas como “Para me ajudar a entender o seu problema, posso saber o que você... ?”.

Antecipe as Perguntas dos Clientes

Tente responder às seguintes questões que antecedem uma venda:

- O que estou vendendo? Os clientes não procuram produtos e serviços, mas sim, soluções para os seus problemas específicos.

- Quem é o seu cliente ideal? Compare-o com os seus clientes habituais através de critérios como sexo, condição socioeconômica, cultural, profissão e idade.

- Por que compram? Saiba quais são as vantagens tangíveis e intangíveis que os consumidores procuram.

- Onde estão os clientes potenciais? Veja se poderão pertencer, por exemplo, a uma dada área geográfica ou a um grupo específico de consumidores.

- Quando é que eles compram? Conheça a freqüência e os hábitos de compra (por exemplo, no início do mês, quando recebem o salário).

- Quem são os concorrentes? Veja quais os seus pontos fortes e fracos, e que necessidades satisfazem.

- Quem ainda não é seu cliente? Saiba quem poderá se beneficiar do seu produto, mas ainda não o conhece ou não esteja comprando.


Identifique a Concorrência

Seus concorrentes são fortes, portanto é sua obrigação conhecê-los em detalhes e é fundamental compreender como o seu cliente se sente a respeito de seus concorrentes diretos. Dessa forma, você pode montar um contra-ataque eficiente, sem criticar nem promover a concorrência.

Como parte da preparação, descubra o máximo que puder pesquisando na internet, em publicações especializadas, relatórios anuais, junto a outros colegas e também por meio de campanhas publicitárias. É de grande valia lembrar que os próprios clientes são uma grande fonte de informação sobre a concorrência. Eles quase sempre se dispõem a responder perguntas do tipo: “Com quem mais você conversou?”, “O que você achou deles?”, “O que achou de trabalhar com eles?”, “Como você os compara a nós?”.

Independentemente do teor das respostas dos clientes, não fique na defensiva e nem fale mal do concorrente. Críticas diretas não são uma estratégia inteligente, até mesmo porque você estará insultando o cliente que escolheu o concorrente.


O Vendedor de Sucesso


Vendedor de Sucesso



O maior valor que um negócio pode ter é uma super equipe. Só negócios com equipes campeãs se tornam campeãs na preferência do Cliente. O trabalho do vendedor tem que ser simples. Mas muito bem feito. Quem vai inspirar o vendedor? O dono. Quem vai dar os exemplos? O dono. Então, antes de mais nada, ele tem que conhecer muito bem o papel do vendedor. Para depois ensinar. Passo a passo. Todo dia, o dia todo.

Produto certo - Não deixar faltar o que o Cliente procura e não deixar sobrar o que o Cliente rejeita é o passo número um. Vendedor que é vendedor briga para que o Cliente encontre o que procura. O vendedor se torna então a melhor fonte de pesquisa do dono sobre produtos que o Cliente procurou e não encontrou e o melhor auditor de produtos que não giram. Marcação cerrada! Isso é papel do vendedor? Sim. Ninguém pode ajudar mais nisso do que ele. Claro que em uma loja, por exemplo, o estoquista pode ajudar e muito, em tudo o que se vende. Mas só o vendedor tem contato com o Cliente e sabe tudo o que ele poderia ou gostaria de comprar.

Organização de primeiro mundo - Organizar produtos para que o Cliente encontre tudo rapidamente e fique com muita vontade de comprar é o passo número dois. O Cliente se impressiona com lugares bem arrumados, bem iluminados e bem sinalizados. E cada vez tem menos tempo de ficar procurando coisas e dando voltas para achar o que quer. Então organizar é tudo. A lógica da arrumação já teve vários nomes: "visual merchandising", que é a exposição da mercadoria para a venda, "visual presentation", que significa literalmente apresentação visual, e outros "ation" e "ising", mas no fundo no fundo é deixar a loja ou qualquer outro negocio com a cara que o Cliente gosta. Aí ele encontra rapidamente, fica com vontade de pegar e já vai logo levando.

Atender do jeito que o Cliente gosta - Passados os dois primeiros passos, onde o Cliente ainda não percebeu a presença do vendedor, ele aparece. Cordial, gentil, humilde e prestador de serviço e, principalmente querendo entender como o Cliente gosta de ser atendido. A coisa mais importante que o vendedor deveria querer saber do Cliente é essa. Não somente o que ele quer, mas como ele gostaria de ser atendido. Coisa de quem gosta de gente e de quem não se preocupa em empurrar produtos goela abaixo do Cliente. Na verdade o ânimo do vendedor deveria ser o mesmo de quando ele atende o primeiro Cliente na vida. Ele deve deixar sempre o Cliente com vontade de comprar.

Histórias que emocionam - Quarto passo. O que falar sobre os produtos? Contar histórias verdadeiras e emocionantes sobre cada produto. Comemore cada produto que o Cliente quiser ver. Saiba de tudo do que o Cliente precisa e, ofereça o produto e os serviços que possam mais interessá-lo. Fale daquilo que só o seu produto e serviço têm. Não só fale, comunique. Demonstre. Jamais se canse, jamais desista, mas jamais minta, jamais passe do ponto da insistência, porém jamais largue o Cliente que não vai comprar sozinho. Se você fizer isso ele vai deixá-lo sozinho pelo resto da vida.

Acompanhe seu Cliente - Feita a compra, acompanhe o seu Cliente até a porta e a vida toda, tenha ele comprando. Esse é o último passo. Quem não tem vocação para guardar nomes e fisionomias não poderia trabalhar em Varejo. O Cliente ama quem se lembra dele. Bom vendedor guarda o número do Cliente, o nome da esposa, o apelido domarido, o ponto do filé, açúcar ou adoçante no café. Sem perguntar duas vezes. E se lembra dele no dia do seu aniversário, sua esposa, seus filhos...

Pronto. A nova era de vendas é que vendas já eram. Quem souber trabalhar assim tem longa vida. Quem achar que ser vendedor é bico ou coisa de qualquer um, tem vida curta no Varejo. A essência competitiva do vendedor vai levá-lo ao ponto mais alto do sucesso no Varejo: o Cliente vai virar seu fã. E fã não só compra disco do seu ídolo, mas o recomenda e monta fã-clube. Tenha o seu...